CONHEÇA A HISTÓRIA DA ARQUITETURA DO CASTELO SIMOES LOPES.

EM BREVE VOCÊ VAI TER COISA MELHOR QUE ASSISTIR TV. DAR UMA VOLTINHA PELO INÍCIO DO SÉCULO XX.

Iniciada em 1920 e concluída em 1923, a edificação foi construída por Augusto Simões Lopes (1880-1941), cidadão pelotense e filho do charqueador João Simões Lopes Filho, o Visconde da Graça.

A edificação, construída no centro do terreno, apresenta torres, ameias e terraços, lembrando os antigos castelos medievais. Conforme relato de descendentes, o projeto e a construção foram do arquiteto alemão Fernando Rullmann, mas o proprietário fez inúmeras alterações no decorrer das obras. A estrutura é de cimento armado, uma novidade para a época, e as paredes são em alvenaria de tijolos.

O Castelo Simões Lopes possui dois pavimentos e porão habitável, que era destinado a adega de vinhos e acomodações para empregados. No térreo havia espaços de convívio e dormitórios, e no pavimento superior encontravam-se os demais dormitórios, banheiros e escritório, com acesso a amplos terraços.

A criação do bairro Simões Lopes, em 1914, quando a cidade ultrapassou os limites da ferrovia, foi uma intervenção urbana significativa para Pelotas. O castelo foi a primeira edificação de grande porte construída no bairro,
destacando-se ainda hoje na malha urbana. A propriedade foi adquirida pela prefeitura municipal de Pelotas em 1990.

Mais informações sobre o Castelo Simões Lopes podem ser obtidas pelo Telefone/WhatsApp (51)99358.0084, 51 3470.6218 ou pelo email castelosimoeslopes@institutoeckart.com.br. Conhecimento é chave para um mundo melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *